O Ministério Público do Amazonas (MPAM) divulgou, nesta segunda-feira (10/02), o resultado do Human Hackfest, que ocorreu ano passado com o objetivo de criar soluções tecnológicas para refugiados que se encontram em situação de risco em Manaus. O Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia recebeu homenagem por seu apoio às ações humanitárias. O evento foi realizado no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, sede da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ).

O primeiro lugar da maratona humanitária ficou para a iniciativa Human Donation, que criou uma plataforma que facilita e torna mais transparente os processos de doações para os refugiados. Já o projeto Bienvenidos ficou em segundo e MoveAção Human to Human, em terceiro lugar.

As três equipes terão sessões de mentoria, cursos e suporte para a criação de endereços fiscais para formalização das empresas.

Uma das integrantes do MoveAção Human to Human, Geisiana do Nascimento, que também é desenvolvedora do Sidia, conta como se sentiu ao participar da maratona.  “Para mim é uma grande satisfação contribuir com conhecimento para encontrar uma solução que ajude as pessoas”, afirmou.

O Sidia foi uma das instituições homenageadas durante o evento pelo trabalho humanitário desenvolvido e apoio a iniciativas que fomentam a inovação tecnológica. “Este evento é muito importante para nossa instituição porque demonstra nosso engajamento com as causas sociais e humanitárias. Somos gratos ao Ministério Público pelo convite para que participássemos do evento e também por este reconhecimento, que nem esperávamos. Para nós, estas iniciativas são responsabilidade de toda a sociedade. Temos de fazer o melhor para atender os refugiados e todos aqueles que têm necessidades humanas que precisam ser supridas”.

De acordo com Vania, apoiar um hackaton humanitário se alinha às ações de responsabilidade social do Sidia integrados também à Agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O MPAM também divulgou o tema do HackFest 2020 que será Saúde Pública. Na edição de 2019, realizada no Manaus Tech Hub, houve 120 inscritos e foram gerados mais de 100 ideias e 12 projetos.